2021 e os desafios para aliar tecnologia e educação no pós-pandemia.

O ano de 2020 nos apresentou novos desafios. Com a chegada do Covid-19, o mundo todo parou e enfrentou situações que muitos não estavam preparados para encarar, mas com a ajuda da tecnologia, a adaptação tornou-se mais fácil.

Um início conturbado

Comércios fechando temporariamente, ruas quase vazias, o isolamento social se tornou presente no mundo todo nos dando uma nova rotina: ficar em casa.

Apesar dos conflitos, esta “pausa” trouxe a tona uma nova forma de viver, nos permitindo descobrir novos hábitos, nos fazendo refletir, termos um tempo para nós e nos autoconhecer, e para nos reconectarmos com nossas famílias, em muitos casos. 

A tecnologia foi a maior aliada deste ano atípico. Apesar de não podermos sair nas ruas livremente, frequentar lugares com a frequência que tínhamos antes, os métodos online se tornaram mais comuns e presentes para a comunicação, compra e venda, e aprendizado.

A educação foi uma das áreas mais atingidas pelo Covid-19, porém foi a que se adaptou mais rápido, mantendo as atividades durante o isolamento social. As aulas passaram a ser aplicadas por plataformas em EAD (Educação a Distância), todas online, fazendo com que instituições de ensino pudessem dar continuidade às aulas, trazendo um novo desafio para os educadores e para os alunos ao se adaptarem com estas novas plataformas.

A nova era do ensino-aprendizagem

Sabemos que não é fácil mudar a rotina de um dia para o outro, montar as aulas para que possam ser aplicadas nas plataformas online, aprender a mexer nas plataformas, assim como sabemos que não é fácil se concentrar assistindo a uma aula através de uma tela, sem a companhia dos colegas e o ambiente escolar adequado. Se o ensino-aprendizagem já exigia esforço de ambos os lados presencialmente, seja do educador quanto dos alunos, nesta nova fase em que nos encontramos, se tornou ainda mais desafiador.

Muitos estudantes não deram continuidade aos estudos pela falta de estrutura adequada, mesmo que o ambiente em casa pareça mais confortável, a realidade é outra, e muitos não possuem um lugar tranquilo, em que possam se concentrar e estudar, seja pela falta de estrutura, espaço, privacidade, e às vezes carência de equipamentos adequados. O desgaste emocional também é um fator que afeta tanto o educador quanto o estudante, e que influencia na desistência de seguir com os estudos.

Numa geração em que a tecnologia está presente em seu dia a dia, com o uso de celulares e computadores, a comunicação online já era algo comum. Agora que afetou também os métodos de aprendizagem, podemos perceber que as relações à distância estão se tornando cada vez mais comuns, sem a necessidade de estar no mesmo ambiente em que outra pessoa para poder conversar, trocar ideias, aprender e ensinar. 

A tecnologia é capaz de se adaptar ao mundo, e é por isso que precisamos nos preparar e aceitar que a nova era chegou, onde a vida através de uma tela é a nossa realidade e nosso futuro.

Não sabemos quando a pandemia chegará ao fim, mas enquanto ela permanece, devemos continuar nos esforçando e nos adaptando, auxiliando principalmente as crianças, que merecem maior atenção quanto a essa transição, e termos empatia, pois as dificuldades que encontramos em 2020 afetou não só a nós, mas a todas as pessoas do mundo, e juntos tentamos encontrar maneiras para que possamos enfrentar tudo da melhor forma possível e num futuro próximo, voltarmos à normalidade.

Share this Post

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>
*
*